terça-feira, abril 08, 2014

Nossa Deficiência de Boas Series Sobre Bruxaria



Acredito que muito compartilham do meu gosto por seriados televisivos.
Lembro da minha infância assistindo Sabrina, A Aprendiz de Feiticeira que enchia minha tarde de humor.
A séria se pautava na comédia e foi feliz na sua proposta. Mas desde então não consigo me lembrar de uma série sobre bruxas que tenha conseguido me agradar.




Bruxas parecem funcionar bem como coadjuvantes nas séries, mas quando elas são o tema principal...bem, ai a coisa desanda.
Com o advindo do anuncio que AHS teria bruxas como tema da terceira temporada fiquei absolutamente animado.
A temporada - Coven - já acabou a algum tempo e se mostrou uma enorme decepção.
Temos aguardado o lançamento de Salem, que pelos trailer...bem, não vou esperar nada dela.
E claro, ainda temos Witches of East End que abusa do seu direito de ser previsível e clichê.
Mas vamos analisar calmamente as séries mais recentes que tem bruxas como tema:


The Secret Circle



Um claro exemplo de como as séries do gênero perdem a mão.

Inspirado em um livro homônimo, a serie perdeu na profundidade que os personagens do livro tinham e investiu em efeitos especiais vazios.
Feitiços vazios, objetivos vazios.
Forçou um triangulo amoroso que não tinha química alguma. 

A série estava tão perdida que só foi apresentar de fato um enredo lá no final, quando ela foi cancelada.
Muitos disseram que ela "acabou quando começou a ficar boa". De fato, ela tinha chão pra poder melhorar, mas não acho que fosse acontecer.


Witches of East End



Como eu disse mais acima, pra mim essa série abusa MUITO do direito que toda a série tem de ser clichê e previsível.

Personagens muito rasos, vilões desinteressantes, mistérios desinteressantes, e todo o conceito da origem das bruxas é bastante exagerado.
A minha impressão é que tentaram trazer Charmed para os dias de hoje, de uma forma que, sinto dizer, não funcionou. Charmed contava com irmãs interessantes e vilões variados, o que WOEE está longe de conseguir. Perde em romance, perde em enredo, perde nos inimigos, e perde feio na relação das irmãs

Quando nos deparamos mais um o triangulo amoroso (sério gente, já deu!) e nos é apresentado uma profecia de que um é maligno e outro benigno, não temos a menor esperança de que a série nos dê uma virada. Não, esperar ser surpreendido por essa série é pedir demais, tudo muito previsível, tudo muito sem sal, tudo muito agradável, desprovido de conflitos reais, de amores interessantes.


AHS: Coven



Ai está. Minha maior esperança e minha maior decepção.

Talvez meu erro foi ter esperado demais.
Estava ainda animado com o fim que Asylum me mostrou, animado pelo tema.
American Horror Story sempre teve seus exageros, mas eles sempre me foram aceitáveis. Achei que finalmente teriamos algo com a qualidade impar de Da Magia à Sedução jogada em uma série e com um enredo mais elaborado

(quando falo aqui da qualidade de Da Magia à Sedução, falo de sua genialidade em retratar a vida e a personalidade das bruxas em detrimento de efeitos especiais)

Antes dos fãs de Coven venham me devorar vivo....poupe-se e poupe-me. Até hoje não vi UMA unica justificativa realmente boa que tenha me convencido que Coven foi bom. E isso vai alem de uma opinião pessoal, pois uma boa temporada se pauta em um enredo onde os acertos superam os erros.

Plots inteiros que não deram em porra nenhuma, Horror quase nulo, e uma tentativa frustrada de reviver o casal Tate e Violet (que não me eram interessantes nem em Murder House).
O que a temporada tinha de mais interessante eram as personagens, e isso foi explorado de maneira mediocre. Mulheres poderosas e divinizadas exaltadas em todos os momentos, menos - é claro - no final, pois todas tiveram fins mediocres. Um claro exemplo de uma estoria que não sabe como vai terminar e quando chega a hora nos empurram algo que não convence.

O que nos leva à conveniência dos eventos. Poderes vem e poderes vão convenientemente dependendo de quem tem que morrer. Mulheres cheias de poderes se vem a opção alguma quando estão para morrer. Fiona definha ou reluz dependendo do episódio. Morreu? Não tem problema, você pode voltar. Quer uma morte definitiva? Ah, ai explica qualquer coisa que a gente engole. Toda bruxa que prejudica outra bruxa deve queimar, a menos é claro, que a vitima volta a vida, ai ta tudo bem, fica irrelevante.

Ah sim, e temos a síndrome do Dejavi. Myrtle é queimada na fogueira, volta...para no final voltar a queimar. Cordelia fica cega, fica curada, fica cega, fica curada... Madson é assassinada, volta, podemos esperar uma vingança foda? Não, claro que não! Ta de boa, a Suprema cortou minha garganta mas ta de boa, vou dormir na casa dela para depois ser morta por um mongol que só grunhiu a temporada inteira (onde estavam 6 das 7 wonders enquanto ela tava sendo estrangulada mesmo?).

Axemen, pra que mesmo? Luke e mãe nazievangelica serviu para...? Qual foi mesmo o fim dos Witch Hunters (Sabe, aqueles que supostamente eram especializados em matar bruxas desde os tempos de Salem? É, eles mesmos)?

E quanto a magia?
Bem, surpreendente para uma temporada que tenha bruxas como tema pode explorar tão pouco a magia. Em toda a temporada contei dois ou no maximo três feitiços realmente interessantes.
Exageros são aceitáveis numa série, mas convenhamos que aquilo estava mais para a mansão dos X-men que para um Coven. A magia de Coven se resumiu a portas se fechando sozinhas.


Merlin 



Merlim tem um cenário até curioso, um enredo que chega a irritar as vezes, mas aceitavel.
Ele muda alguns pontos das lendas arturianas e o resultado é bem agradável. Há episódios de se encher os olhos (pela estoria, pois não espere muito dos efeitos especiais).

O paganismo é retratado de uma maneira romantizada. "The Old Religion" é algo que você escuta muito, e soa muito bem aos ouvidos.
Há pegadas legais, simbolismos muito interessantes, personagens rasos mas aceitáveis.

O problema é que, pelo menos para mim, a série foi perdendo qualidade no decorrer de suas 5 temporadas e terminou de uma maneira não muito "interessante". Sim, ele foi fiel ao fim de Arthur como descrito pelas lendas, mas ainda assim não me convenceu o caminho até esse fim.

Enfim...

Como eu já disse, bruxas parecem funcionar bem como coadjuvantes, mas sofrem quando são a atração principal no enredo.
Meu conselho é não esperar demais, pois o cenário atual já nos mostrou que só merda ta sendo produzida. Poucos livros nos retratam bem, acho que é pedir demais que uma  série faça isso então.

Se eu esqueci de comentar alguma série atual, por favor, fale nos comentários


HEKATOR (Thiago Souza) estudante de arquitetura e urbanismo na Universidade Estadual de Goiás (UEG). Me identifico como pagão e bruxo. Não espere que eu numero títulos e iniciações, sou, e sempre serei, apenas um mero estudante. Adoro o tarô. Sou absurdamente frustrado no campo da projeção astral. Me irrito com facilidade quando vejo esquisotéricos palestrando suas besteiras.Cultuo unicamente o panteão grego, mas sou apaixonado por todo tipo de mitologia pagã. Até gostaria de falar mais sobre, mas sou absurdamente péssimo em me definir e me descrever.

5 comentários :

  1. Merlin, de todas essas, foi na minha opinião a melhor no quesito "Magia". Eles tinham essa noção de ser algo poderoso e, ao mesmo tempo, antiga e perigosa. Pecaram no enredo porque, com a caída do ibope em uma das temporadas (que eu não lembro agora) tiveram que acelerar o processo para o final já que a série não conseguiu ser renovada para outra temporada. Merlin foi a melhor série que já assisti envolvendo magia, drama, personagens carismáticos e únicos, e enredos diversos. Terminou de um jeito fraco, mas aceitável para um público seleto. Não era uma série de massa e, por isso, não conseguiu continuar e desenvolver melhor seu enredo.

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Tudo bem que muitas séries viram "clichés" não se pode julgar uma antes do seu inicio. Salem parece trazer um lado que outras séries ainda não exploraram, o que temos que fazer é aguardar antes de avaliar.

    ResponderExcluir
  4. E, a propósito, em q canal está passando salem?

    ResponderExcluir
  5. Outra serie com uma única temporada que teve bruxas, foi The Gates.

    ResponderExcluir

 
Copyright © 2014 BRUXARIA HIPSTER